Complexo RioMar terá novas torres empresariais – Revista Algomais – a revista de Pernambuco
Gente & Negócios

Gente & Negócios

Rafael Dantas

Complexo RioMar terá novas torres empresariais

O Grupo JCPM anuncia um novo investimento no Complexo RioMar, empreendimento consolidado como ponto de serviço, lazer, entretenimento e centro de compras. Serão construídas duas novas torres empresariais, totalizando 88 mil metros quadrados e 812 novas salas comerciais, mais dois espaços de locação no térreo. O Valor Geral de Vendas (VGV) das duas torres que compõem o complexo deve chegar a R$ 350 milhões. A geração estimada de emprego, entre diretos e indiretos, é de 900 vagas. A construção já foi iniciada e serão 36 meses de obras.

A primeira torre a ser lançada nessa nova etapa, batizada de RioMar Trade Center 4, será totalmente integrada ao shopping e construída adotando as mais modernas tecnologias, com redução de consumo de energia, fachada de vidro de alto desempenho térmico, sistema de ar-condicionado com demanda energética menor, além de estar conectado com as tendências de mobilidade ao implantar um Bike Center com capacidade para 250 bicicletas.

Do total de 30 pavimentos, 6 serão de edifício-garagem, com acréscimo de 1.250 vagas ao complexo, totalizando 7.000 vagas. Outros 18 andares terão salas de 26 m² a 49 m² quadrados e mais 5 andares de lajes corporativas.

Nas lajes corporativas será possível ter espaços entre 401 e 802 metros quadrados. A construção, que será de responsabilidade da JCPM Incorporações e Construções. O projeto arquitetônico foi feito por Carlos Fernando Pontual.

O empresarial conta com lobby e foyer com pé direito duplo, cinco salas de reuniões e 3 salas de convenções. Os espaços são modulados e chegam a ter capacidade de reunir 235 pessoas em um só ambiente. O foyer tem 256 m², sendo possível realizar coffee break e pequenos eventos. O térreo terá também dois grandes espaços de locação para lojas que estarão integradas ao mix total do shopping.

Como infraestrutura, o complexo contará com 22 elevadores, sendo 9 por torre e outros 4 voltados para atender o fluxo do edifício-garagem. Todos com organizador de chamadas e com funcionamento com regeneração da energia (onde o equipamento acumula energia ao frear para utilizar em operações futuras). O sistema de ar-condicionado demandará 20% menos do que modelos split – que já são referência em economia. Outra questão ambiental importante é a integração das lixeiras seletivas à Central de Resíduos que hoje gera renda para catadores ao comercializar o material descartado no shopping.
O Bike Center contará com banheiro, vestiário e armários. Além de espaços para pequenas refeições. O prédio tem sistema de som e de segurança CFTV nas áreas comuns, automação de bombas, geradores e iluminação do térreo. Terá também sistema de WiFi nas áreas sociais do térreo e gerador de energia atendendo a 100% do prédio (áreas internas e comuns).

GERAÇÃO DE EMPREGO
A estimativa de geração de 300 empregos diretos e 600 indiretos está mobilizando o Instituto JCPM de Compromisso Social a buscar, prioritariamente, mão de obra da comunidade. As inscrições para vagas de pedreiro, carpinteiro, servente, soldador, pintor, entre outras, serão feitas, prioritariamente, com as famílias dos jovens inscritos nas turmas do IJCPM e, portanto, moradores do entorno do empreendimento. Esse mesmo conceito foi utilizado durante a construção do Shopping, gerando desenvolvimento das pessoas da região.

Deixe seu comentário

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon