Envelhecimento ativo: uma jornada para a terceira idade independente e saudável – Revista Algomais – a revista de Pernambuco
Fitness e Wellness

Fitness e Wellness

Jademilson Silva

Envelhecimento ativo: uma jornada para a terceira idade independente e saudável

Hugo Griz: “Ter um corpo treinado evita o enfraquecimento muscular, a perda de equilíbrio e consequentes quedas e promove mais agilidade e flexibilidade, além da resistência muscular”,

Ser um idoso ativo é manter um estilo de vida dinâmico e engajado, participando ativamente de atividades físicas, sociais e intelectuais que promovem bem-estar e qualidade de vida na terceira idade. O Profissional de Educação Física e Fisioterapeuta, Hugo Griz, informa sobre os benefícios da atividade física para um envelhecimento ativo da população.

Como você planeja seu envelhecimento? Segundo dados do Ministério da Saúde, em 2030, o número de idosos no Brasil ultrapassará o total de crianças entre zero e 14 anos. É preciso iniciar, quanto antes, uma rotina que garanta uma terceira idade saudável e cada vez mais independente.Subir e descer uma escada, pegar algo em cima de uma estante, carregar uma sacola de supermercado: ações corriqueiras podem ser um desafio para o corpo do idoso. Manter uma rotina de exercícios é fundamental para ter uma vida mais independente na terceira idade.

Segundo Hugo Griz, os benefícios da atividade física nesse estágio da vida são evidentes, contribuindo para o bom funcionamento do organismo e minimizando os impactos do envelhecimento

“Se preparar para o envelhecimento é tão importante quanto manter uma rotina ativa e de exercícios para quem já está na fase dos 60+. As mudanças físicas relacionadas à idade podem afetar a autonomia e a independência e resultar em dificuldades para simples atividades diárias e até em incapacidade funcional. Estar ativo ao longo da vida fará toda a diferença ao chegar nessa etapa”, alerta Hugo Griz.

A prática regular de exercícios, orientada por profissionais especializados, possibilita uma melhoria significativa nas capacidades físicas, promovendo uma qualidade de vida superior para os idosos.

“Ter um corpo treinado evita o enfraquecimento muscular, a perda de equilíbrio e consequentes quedas e promove mais agilidade e flexibilidade, além da resistência muscular”, analisa Griz.

Exercícios de força – utilização de pesos do corpo, livres e elásticos para fortalecer o corpo de forma global, auxiliando o ganho de massa muscular, que ajuda no combate à sarcopenia, que é a perda de massa muscular decorrente do avanço da idade.

Exercícios em comunidade: hidroginástica (exercícios na água reduzem o impacto nas articulações e proporcionam resistência suave), dança (forma divertida de exercício que combina movimento, música e sociabilização), ioga (promove flexibilidade, equilíbrio e relaxamento mental), pilates (melhora a postura e a flexibilidade).

Exercícios aeróbios: como caminhada e ciclismo estacionário, são atividades de baixo impacto que ajudam na saúde cardiovascular.

Além dos aspectos físicos, a prática regular de exercícios em grupo pode atuar como um poderoso antídoto contra a depressão e outras doenças, proporcionando benefícios sociais e contribuindo para o bem-estar emocional.

“A interação social durante atividades físicas em grupo, aliada aos efeitos positivos de hormônios como endorfinas e serotonina, reforça ainda mais os impactos positivos na saúde mental”, explica Hugo Griz.

Investir na saúde física e mental na terceira idade é uma forma eficaz de prevenir doenças crônicas, como diabetes e hipertensão, além de contribuir para a saúde do coração. A Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda, a partir dos 65 anos, a prática regular de atividades físicas moderadas, preferencialmente em grupo, por no mínimo três dias por semana, adaptando a intensidade conforme as condições individuais.

Investir na saúde física e mental na terceira idade é uma forma eficaz de prevenir doenças crônicas
  • A população com 65 anos ou mais representa 10,5% do total.
  • Em 2012, o percentual de idosos era de 7,7%, indicando um aumento significativo em uma década.
  • A população adulta entre 30 e 64 anos cresceu de 42,4% em 2012 para 46,1% em 2022.
  • A faixa etária de 18 a 29 anos diminuiu de 20,9% para 18,7%.
  • Pessoas com menos de 18 anos recuaram de 29% em 2012 para 24,6% em 2022.
  • Do total, 65% tomam medicamentos de uso contínuo.
  • As principais condições medicadas incluem pressão alta (61%), colesterol alto (30%), diabetes (23%) e problemas na tireoide (16%).
  • 62% dos homens e 43,5% das mulheres declaram fazer caminhadas como parte essencial da rotina.
  • O hábito de praticar exercícios se mantém ao longo da vida, com 55% daqueles entre 65 e 74 anos adotando essa prática.
  • Apenas 27% afirmam não fazer nenhuma atividade física.
  • 26% das mulheres fazem ginástica em academias, clubes e centros esportivos.
  • 60% consideram a prática de exercícios importante para a saúde, enquanto 32%

Preparar a qualidade de vida e o bem-estar ao longo da vida é essencial para garantir uma velhice plena e saudável, permitindo que se desfrute dos anos dourados com vitalidade e felicidade. Mas, nunca é tarde para começar a se mexer. Procure a orientação do médico e do personal trainer.


“Muito se tem falado em atividade para o cérebro, portanto, o tricô é muito importante para as questões motoras e cognitivas no idoso”, afirma a Terapeuta Ocupacional Ada Salvetti
Fazer tricô pode reduzir o estresse, pois é um momento que a pessoa deixará os problemas um pouco de lado

O especialista em saúde capilar, o médico Pedro Veras, estará conduzindo um workshop exclusivo, revelando segredos para a saúde e beleza dos cabelos. O evento, gratuito, acontecerá no dia 22 de abril, no Hotel Luzeiros, no Pina, a partir das 19 horas.

O médico Pedro Veras é referência em tricologia

Durante o evento, os participantes terão a oportunidade de aprender com o médico Pedro Veras, que é especialista em tricologia, sobre uma variedade de tópicos importantes relacionados aos cabelos, incluindo a importância da parceria entre cabeleireiros e cabeleireiras na saúde capilar.  “Este workshop é uma oportunidade única para compartilhar conhecimentos e promover a conscientização sobre a saúde capilar’, destacou o membro da Sociedade Brasileira de Dermatologia Clínica e Cirúrgica (CBDCC). Para participar basta se inscrever AQUI


Serviço de Psicologia Aplicada do Centro Universitário Estácio Recife, com clínica escola localizada no bairro do Prado, está com agendamento aberto para acompanhamento psicológico social, sem custos. No espaço, são realizadas consultas com pacientes de todas as idades – crianças, jovens, adultos e idosos – por estudantes do curso de Psicologia da instituição de ensino superior, supervisionados por professores e coordenadores.

Universidade Estácio oferece à população atendimento em psicologia sem custos

Os agendamentos devem ser realizados antecipadamente pelo telefone (81) 3225-8901. O horário de funcionamento é: segunda-feira, das 9h às 17h45 e das 18h30 às 20h; terça-feira, das 14h às 15h30 e das 16h45 às 20; quarta-feira, das 09h às 11h15 e das 14h às 20h; quinta-feira, das 18h30 às 20h00; e sexta-feira, das 14h às 15h30 e das 16h15 às 18h30. O Serviço de Psicologia Aplicada da Estácio Recife fica na Avenida Engenheiro Abdias de Carvalho, nº 1771.


A Prefeitura do Recife inaugurou a sétima Praça da Infância da cidade, situada na esquina da Avenida Visconde de Albuquerque com a Rua Desembargador Luís Salazar, na Madalena. As obras foram executadas pela Autarquia de Manutenção e Limpeza Urbana do Recife (Emlurb).

Bairro da Madalena, na Zona Oeste, recebeu sétima Praça da Infância no Recife

Praça da Infância da Madalena tem área de 2.035,75 m² e foi criada a partir de uma intervenção paisagística na antiga praça Eça de Queiroz. O projeto potencializa o espaço como lugar de brincadeira para as crianças e ponto de encontro e lazer para os demais públicos, requalificando um espaço já apropriado pela comunidade. Entre os brinquedos instalados no local estão toras em madeira, casa silo, balanço, gira gira inclusivo, pula pula embutido, escorrego e muro escalada.


Deixe seu comentário

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon