Necton Investimentos promove palestra para investidores no Recife – Revista Algomais – a revista de Pernambuco
Gente & Negócios

Gente & Negócios

Rafael Dantas

Necton Investimentos promove palestra para investidores no Recife

O País registrou a taxa básica de juros da economia, a Taxa Selic, no menor patamar da história, com 6,5% ao ano na maior parte de 2018 e no primeiro semestre de 2019. Agora, no segundo semestre, está em 6%. Para avaliar os impactos nos diversos aspectos das atividades econômicas, além de apresentar as melhores oportunidades de investimentos para cada perfil de investidor, a Necton Investimentos promoverá um encontro com investidores e potenciais investidores do Recife nesta quinta-feira (29), a partir das 19h, no auditório do Empresarial RioMar Trade Center. O acesso é gratuito e as inscrições estão sendo realizadas por meio do telefone: (81) 3314.9881.

O economista-chefe da empresa, André Perfeito, ministrará palestra com o tema “O desafio de investir com taxas de juros baixas”, fazendo uma análise da conjuntura atual e das oportunidades que oferecem o melhor custo-benefício para o investidor, a exemplo do Tesouro Direto, Renda Fixa (CDB, CRI, CRA, Debêntures, LC, LCA e LCI), COE, Mercado de Ações, Fundos de Investimentos, Futuros (Dólar, Índice, DI, Agrícola), Fundos Imobiliários, Ofertas Públicas e outros tipos de investimentos, como Carteira Administrada e Clubes de Investimento. “Estamos com a Selic no menor patamar já visto. Na palestra, daremos uma perspectiva sobre como a taxa chegou a esse patamar e se é sustentável ou não durante muito tempo”, explica André Perfeito.

Confira abaixo uma breve entrevista que André Perfeito concedeu à coluna Gente & Negócios.

Você vem falar também para investidores com pouca renda. Qualquer pessoa pode ser investidora?
Qualquer pessoa pode investir e digo mais: ela tem que investir. Antes com juros altos a solução era fácil, bastava colocar num poupança que você não iria errar. Agora você tem que estar mais atento às oportunidades, especialmente porque a aposentadoria será cada vez menos pública.

A maioria dos brasileiros que tem a prática de poupar parte da renda ainda usam as tradicionais cadernetas de poupança? Caso, sim, por quê?
É nossa memória. Estamos habituados, entende? Mudar padrões é difícil e por isso mesmo a crise é boa: força a gente para outros investimentos.

Qual a principal vantagem e a maior desvantagem desse momento de uma taxa baixa de juros no País?
A vantagem é se isto se traduzir em crescimento econômico, a desvantagem é que para criar uma estratégia de aposentadoria agora é mais difícil. Estamos navegando em águas nunca navegadas e isto traz apreensão.

A Necton Investimentos já tem atuação no Recife? Quais os planos para a região?
Vemos Recife como uma praça chave, seja por conta da sua economia pujante como também pela relevância cultural. Recife é um marco no Nordeste e assim vamos nos dedicar com afinco para trazer a melhor experiência de investimento aos nossos clientes na região, mostrando que investimento não é algo de outro mundo, e para isso investimos na Necton pesadamente na parte de research para ajudar nossos clientes.

Deixe seu comentário

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon