Treine com classe: as regras de ouro da etiqueta na academia – Revista Algomais – a revista de Pernambuco
Fitness e Wellness

Fitness e Wellness

Jademilson Silva

Treine com classe: as regras de ouro da etiqueta na academia

Etiqueta e ética são conceitos fundamentais para uma convivência harmoniosa em sociedade. Embora sejam distintos, ambos se complementam e são essenciais em todos os lugares – inclusive nas academias. Saber viver em sociedade exige a prática constante dessas duas virtudes, que, quando aplicadas corretamente, promovem respeito e compreensão mútua.

“Frequentar uma academia de ginástica vai além de cuidar da saúde e melhorar o condicionamento físico. É também sobre conviver em um ambiente compartilhado e respeitar os outros. A etiqueta na academia é fundamental para garantir que todos tenham uma experiência positiva”, informa Maria Brandão – especialista em etiqueta.

Aqui estão algumas regras básicas de etiqueta que todos devem seguir para usar o bom senso durante o treino. As dicas são da profa. Maria Brandão.Confira!

Sempre mantenha uma distância razoável das outras pessoas. Se a academia estiver lotada, seja ainda mais consciente de seu entorno para evitar esbarrões e interrupções.

Sempre leve uma toalha para secar o suor durante o treino e limpar os equipamentos com os produtos desinfetantes disponíveis após o uso. Isso demonstra respeito pelos próximos usuários.

Limite seu tempo em cada aparelho, especialmente durante horários de pico. Se precisar fazer intervalos longos entre as séries, dê espaço para que outros possam utilizar o equipamento.

Usar o celular para ouvir música ou conferir a rotina de exercícios é normal, mas passar longos períodos nas redes sociais ou fazer ligações no meio da academia não é apropriado. Mantenha as chamadas curtas e, se possível, saia do espaço de treino para atender.

Evite adicionar mais ruído desnecessário. Gemidos exagerados, conversas em voz alta ou deixar pesos caírem no chão podem incomodar os outros. Tente ser o mais discreto possível para manter um ambiente agradável para todos.

Sempre coloque os pesos e equipamentos de volta no lugar após usá-los. Isso facilita a vida dos outros frequentadores e mantém a academia organizada.

Cada academia tem suas próprias regras e regulamentos. Certifique-se de conhecê-los e segui-los à risca.

Etiqueta é para todas as pessoas e para todos os lugares, inclusive nas academias de ginástica

“A etiqueta na academia de ginástica exige atenção e consideração pelos outros. Respeitar o espaço, manter a higiene, usar o tempo e os equipamentos de forma eficiente, moderar o uso do celular, ser discreto e seguir as regras são práticas que garantem um ambiente agradável e produtivo para todos”, afirma a profa. Maria Brandão.

Incorporando essas normas, você contribui para uma atmosfera mais harmoniosa e convidativa, beneficiando a si e aos outros.


Decilene Mendes é especialista em oratória e desenvolve dinâmicas de desbloqueio com os alunos – Foto: Letícia Fragoso

Será que um dia você já pensou o que tem a ver o medo de falar em público com o bem-estar e a qualidade de vida?

O medo de falar em público tem nome, é conhecido como glossophobia, e pode tornar-se um problema significativo quando começa a interferir no bem-estar e na qualidade de vida da pessoa.

As reações das pessoas ao medo são inúmeras, as mais recorrentes são ansiedades, tremor nas mãos e nas pernas, boca seca, suor excessivo, palidez, vermelhidão, coração acelerado, nervosismo e outras.

Mas, será que o medo é uma emoção ou um sentimento? A jornalista e pedagoga Decilene Mendes, especialista em capacitar pessoas em Oratória, nos esclarece: 

“O medo é uma emoção, reação imediata, geralmente não envolve nossos pensamentos e não conseguimos controlar.  Essa emoção dá origem aos sentimentos, dispara os gatilhos das nossas experiências pessoais, crenças, pensamentos e memórias que geram significados.  O medo libera a adrenalina e aumenta os batimentos cardíacos, e nos pede duas atitudes: fuga ou enfrentamento. O sentimento envolve a interpretação da emoção, fazendo com que a pessoa tenha/ou não, aversão persistente ao ato de falar em público”, diz.

Falar sem medo é ser livre – Foto: Letícia Fragoso

Alguns estudos apontam que o medo de falar em público é o maior medo da humanidade (vencendo até o medo da morte). Há indivíduos que são afetados por esse medo de forma física, social e psicologicamente, e são diagnosticados como portadores de fobia. A pessoa experimenta um estresse constante e uma sensação de fracasso, o que pode levar a outras condições, como um ciclo de evitamento e ansiedade, depressão e isolamento social, logicamente impactando na qualidade de vida.

A especialista em comunicação e oratória Decilene Mendes, recomenda adotar estratégias mentais e físicas, que são extremamente úteis para controlar ou até eliminar o medo, melhorando assim a qualidade de vida.

Dicas

E finaliza:

“Estamos à disposição para ministrar treinamentos de habilidades de comunicação para aumentar sua confiança e a capacidade de enfrentar essas situações com mais tranquilidade”.



Prevenção ao Burnout será um dos temas debatidos por Izabella Camargo no Congresso da ABRH

Nesta quinta-feira (6), às 9h30, a jornalista e escritora, Izabella Camargo, que é referência em saúde mental no país e criadora do Movimento pela Produtividade Sustentável, estará no 16º Congresso de Gestão de Pessoas de Pernambuco (Congepe) para falar sobre “Como alcançar seus objetivos em prejuízos pelo caminho?”, na abertura do evento. Na palestra, Camargo trará à tona a importância da preocupação em relação à prevenção do Burnout e outros problemas de saúde mental, de como as empresas e os colaboradores devem agir para bater números e metas sem perdas e prejuízos no caminho, ajustando processos e promovendo algumas dinâmicas que são capazes de prevenir muitos problemas nas organizações. O evento é promovido pela Associação Brasileira de Recursos Humanos (ABRH-PE). Inscrições AQUI

Gigi Querette apresenta novidades para o público da Track&Field

Gigi Querette apresenta a ampliação da loja Track&Field no RioMar Shopping, cheia de novidades. A unidade é a 10ª da Rede, em todo Brasil, a contar com o TFC Food e Market,  cafeteria e mini mercado com mais de 400 itens para quem busca um estilo de vida mais saudável. E não acaba aí: tem ainda o novíssimo Estúdio TFSports, aberto à realização de aulas esportivas e talks, tudo voltado ao público consumidor da marca Track&Field.


Selfit é parceira de várias corridas no Nordeste

A rede Selfit será uma das parceiras da 45ª Corrida dos Guararapes, cuja concentração será no Quartel do Derby, no dia 9 de junho, com largada às 6h30, contando com as modalidades Caminhada 5km e Corrida 10km.Para quem pisar no pódio, do 1°, 2° e 3° lugar, a empresa disponibilizará um Self Pass com 12, 6 e 3 meses de academia gratuita, respectivamente, para usar em qualquer unidade da rede.


CEOs da startup CINCO

A startup pernambucana “CINCO” – Cuidado Inteligente Conectado –, que está incubada na FOZ Centro de Inovação, irá acompanhar 30 pessoas cardiopatas que receberam alta para monitoramento. Através de monitoramento remoto dos dados, o estudo tem o principal objetivo identificar sinais precoces de piora da condição de saúde. Entre os benefícios esperados da pesquisa estão a redução de custos para as instituições de saúde, devido à diminuição da sinistralidade; e maior controle das condições de saúde e previsibilidade. Além disso, melhora no índice de satisfação dos usuários e na qualidade de vida das pessoas com Doenças Crônicas Não Transmissíveis. Pacientes do Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira – IMIP serão selecionados para o acompanhamento. Os dados terão análise no coworking da FOZ, que fica dentro da Faculdade Pernambucana de Saúde.


Deixe seu comentário

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon