Comida di Buteco promove concurso com foco no delivery e em reservas

O concurso Comida di Buteco, que teve quatro adiamentos no ano passado devido à pandemia, vai realizar o evento este ano, entre os dias 30 de julho e 22 de agosto, focado no delivery, por segurança sanitária, e na reserva de mesas, para evitar aglomeração. Neste momento desafiante quanto à continuidade dos bares, a missão do concurso – “Transformar vidas através da cozinha de raiz – buteco extensão de sua casa” – se faz mais necessária do que nunca. E, por isso, o Comida di Buteco também criou o movimento “Salve os Butecos”.

Em sua 21ª edição, o Comida di Buteco é um projeto de inclusão socioeconômica de pequenos negócios familiares através do reconhecimento do público e dos jurados, que votam e elegem o melhor buteco. Eles são avaliados em quatro quesitos: petisco, atendimento, higiene e temperatura da bebida. Na Região Metropolitana do Recife participam 21 estabelecimentos.

O tema da competição é “Raízes”. Os petiscos concorrentes elaboraram pratos com alguma raiz ou tubérculo na receita ­­– e, se possível, farão uma apresentação relacionada às “raízes” do bar; isto é, à história do estabelecimento.

Pensando na segurança do público e dos botecos, a organização do evento firmou parceria com a empresa de reservas online Tagme, que permite o agendamento de mesas e a digitalização dos cardápios para que os butequeiros possam planejar com segurança sua ida ao buteco. O recurso está acessível pelo site www.comidadibuteco.com.br, localizando o buteco que quer visitar em cada cidade e clicando no botão Tagme. Desta maneira, naquele horário, a mesa reservada estará disponível de acordo com os critérios estabelecidos nas reservas.

A ideia principal é estimular que as pessoas peçam os petiscos concorrentes em casa, gerando receita para os bares e minimizando riscos sanitários. No entanto, o tradicional voto popular, que define os vencedores, continuará sendo presencial. Ou seja, para experimentar e votar, ainda será preciso ir ao bar.

COMO FUNCIONA

Na primeira etapa do concurso, em cada uma das cidades participantes, os butecos pré-selecionados apresentam os petiscos criados especialmente para a competição. O público e um corpo de jurados visita, vota e elege o campeão, avaliando quatro quesitos: petisco, atendimento, higiene e temperatura da bebida. O petisco tem 70% do peso da nota e os demais itens, 10% cada. Os votos do público e os dos jurados têm peso igual: 50%.

Na segunda etapa, uma nova comissão de jurados visitará os campeões de cada cidade avaliando suas performances nos mesmos quesitos. Elege-se o “Melhor Buteco do Brasil”, que será conhecido e premiado em outubro.

SALVE OS BUTECOS

O movimento “Salve os Butecos” é um grande financiamento coletivo nacional cuja meta é arrecadar R$ 3 milhões em dinheiro, insumos e equipamentos para serem repartidos igualmente com os butecos participantes. Se a preocupação em preservar e evoluir os pequenos negócios familiares, chamados butecos, já era o propósito do concurso, com a pandemia tornou-se urgente. O segmento de bares e restaurantes está entre os que mais sofreram com a pandemia, pois foi um dos primeiros a terem medidas restritivas de funcionamento e que se farão necessárias ainda por um bom tempo. Para se ter ideia, 30% dos butecos participantes do concurso em todo o Brasil tiveram suas portas fechadas

No site www.comidadibuteco.com.br há um butecômetro, que acompanha o volume de doações. Qualquer pessoa pode ajudar com qualquer quantia. A conta para doações é a seguinte:

Banco Santander 033

Agência: 1595

Conta número: 130023050

Comida di Buteco Produções Gastronômicas LTDA

CNPJ: 06.204.569/0001-55

Deixe seu comentário

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon