Gente & Negócios

Gente & Negócios

Rafael Dantas

Imóveis: MRV avança forte na pandemia e traz lançamentos no mercado

A pandemia não reduziu as vendas da MRV, uma das gigantes do País no setor de construção civil. Pelo contrário, no ano de 2020 a marca bateu o recorde de vendas da sua história e prevê um ano de 2021 muito forte com a retomada econômica mais forte do País. Em Pernambuco a empresa promete até seis lançamentos residenciais nos municípios de Jaboatão dos Guararapes, Recife, Paulista e Caruaru, que juntos somam mais de 2 mil unidades habitacionais.

Em entrevista à coluna Gente & Negócios, o gestor executivo da MRV no estado, Luís Felipe Monteiro, explicou que alguns fatores colaboraram para o desempenho da empresa em 2020, como a redução da taxa de juros para financiamento dos imóveis, o maior tempo das pessoas em casa pelo isolamento social, além do histórico déficit habitacional do País.

Apenas entre os meses de novembro a dezembro, por exemplo, as vendas em Pernambuco cresceram 23%. Até o final de 2020 mais de 11,2 mil unidades foram lançadas e entregues 6.873 chaves no Estado. “Nacionalmente tivemos recordes de vendas líquidas com alta de 39,1% em relação ao ano anterior. Foi o maior volume de vendas em um ano da história da companhia”, pontua o gestor executivo da empresa no estado, Luís Felipe Monteiro.

Em Pernambuco, uma das novidades de 2021 foi o lançamento do Pontal da Enseada, empreendimento instalado em Paulista. O projeto comercializa 500 unidades habitacionais com preços a partir de R$ 129 mil.  São apartamento de dois tipos, com 43m² e 38m².

Além de surfar no momento favorável ao mercado imobiliário, a MRV tem investido em novos caminhos para dar suporte ao crescimento da empresa nos próximos anos. Uma das apostas é a startup Luggo, uma plataforma inovadora para aluguel de apartamentos. Outra aposta foi na aquisição de 51% da companhia norte-americana AHS Residential,que atua no segmento de incorporação, construção e administração de aluguel de residências. No Brasil, outro movimento da empresa, posicionada como a maior construtora do segmento econômico, é de trabalhar também com imóveis para um público de maior poder aquisitivo, de médio e alto padrão com produtos entre R$ 250 mil e R$ 300 mil.

Deixe seu comentário

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon