Dia Mundial de Combate ao Câncer alerta para importância da prevenção

O Dia Mundial de Combate ao Câncer, celebrado em 4 de fevereiro, tem o objetivo de educar a população mundial sobre a doença. Especialistas defendem, cada vez mais, a importância da prevenção e a efetividade de um acompanhamento multidisciplinar e personalizado para cada paciente, uma vez que tratamentos variam de acordo com o tipo do tumor, o estágio em que se encontra e o histórico familiar da pessoa.

Geralmente, uma equipe de profissionais é formada por oncologistas clínicos, cirurgiões, radioterapeutas, enfermeiros, nutricionistas, fisioterapeutas e psicólogos. “A atuação do psicólogo neste contexto se inicia desde o conhecimento do diagnóstico, durante todo o tratamento, até a alta e readaptação do paciente. Para cada uma dessas fases existem dificuldades inerentes e, portanto, necessidade de ajuda e suporte específicos”, afirma Renata Sales, psicóloga da Multihemo/Grupo Oncoclínicas.

Dr. Bruno Pacheco, oncologista da Multihemo Oncoclínicas, explica que cuidar do paciente com uma equipe multidisciplinar otimiza o trabalho, reduz a taxa de mortalidade e melhora a qualidade de vida. “Os profissionais envolvidos naquele caso podem discutir entre si e, dessa forma, planejar a melhor e mais eficiente terapia para o paciente. Tudo com respeito ao seu histórico e situação atual”.

Prevenção – A prática de atividades físicas por pacientes com câncer é sempre um assunto importante a ser debatido e, com as medidas de distanciamento social impostas pela pandemia, houve aumento da inatividade física e do comportamento sedentário da população. Um estudo recente da Polar, empresa de aparelhos vestíveis (wearables), mostrou que a prática diminuiu cerca de 20% em 2020. Esse quadro é preocupante visto que muitos tipos de cânceres podem ser prevenidos com a adoção de simples hábitos saudáveis.

“A prática de exercícios melhora o equilíbrio do indivíduo, diminuindo risco de queda, evita atrofia muscular, diminui risco de doenças cardíacas e osteoporose, melhora o humor, o relacionamento social e a autoestima, tão importantes nesse momento”, explica Bruno Pacheco. O especialista acrescenta que uma alimentação equilibrada, com menos gorduras e carboidratos, e a redução no consumo de álcool, cigarro e alimentos enlatados também ajudam a prevenir casos de câncer.

Deixe seu comentário

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon