Perfil no Instagram reúne histórias inusitadas de viagens noturnas em bacurau

Já vivenciou alguma história inusitada durante uma viagem em um bacurau? O perfil Histórias de Bacurau (@historiasdebacurau), lançado na última sexta-feira (17) no Instagram, busca reunir relatos curiosos e peculiares de passageiros que utilizam as linhas de ônibus que circulam durante a madrugada. O projeto é desenvolvido por alunos do mestrado em Indústrias Criativas da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) e tem como objetivo analisar aspectos relacionados à cibercultura, explorando o comportamento dos usuários de redes sociais digitais e as características das narrativas que apresentam grande potencial de engajamento nesse contexto.

“É uma experiência que busca mostrar como as redes sociais são capazes de criar comunidades colaborativas em torno de uma experiência em comum ou de algum propósito que una os usuários, como o humor”, explica o doutor em design da Informação e professor da disciplina de Mídias Digitais da Unicap, Breno Carvalho.

A concepção do projeto ocorreu após uma pesquisa realizada pelos alunos Agnelo Câmara, Leo Tabosa e Josielma Albuquerque sobre os elementos que têm o poder de gerar engajamento nas pessoas em ambientes de interação social, como o Instagram. Segundo os estudantes, a criação de narrativas enriquecidas com elementos culturais que identificam nichos específicos da sociedade demonstra um considerável potencial para despertar o interesse da audiência que navega na internet. “Por isso, queríamos trabalhar um tema que pudesse reunir diversos tipos de histórias a partir de algo que fosse tão típico da cultura recifense. A ideia do bacurau veio disso: é uma palavra nossa que mostra uma experiência que pode ser o começo, o fim ou a continuidade de diversas histórias de quem pega esses coletivos aqui na cidade”, completou o jornalista e aluno do mestrado, Agnelo Câmara.

O Histórias de Bacurau funcionará de maneira colaborativa, permitindo que as pessoas enviem suas histórias por meio de comentários ou mensagens privadas no Instagram. Os relatos serão selecionados e compartilhados com os seguidores, contribuindo para a construção de uma plataforma de conteúdo direcionada à comunidade. O cineasta Leo Tabosa destaca a oportunidade de comprovar tendências, comportamentos e produção de conteúdo nas redes sociais, conforme apontado pela literatura especializada. A pedagoga Josielma Albuquerque ressalta que a iniciativa visa fortalecer a pesquisa com base em dados reais, possibilitando a elaboração de um artigo científico sobre os temas abordados em sala de aula. A expectativa dos docentes é que o perfil ofereça informações que contribuam para o desenvolvimento da pesquisa em Comunicação, abordando temas do cotidiano com responsabilidade e criatividade.

Deixe seu comentário
anúncio 5 passos para im ... ltura Data Driven na sua empresa

+ Recentes

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon