Recife recebe o primeiro festival exclusivo para músicos de rua

O Festival O Palco é a Rua é o primeiro a apresentar uma programação exclusiva com músicos, musicistas e bandas que se apresentam em ruas, praças, feiras/mercados, pontos turísticos e transportes coletivos de cidades pernambucanas e de outros estados e países. A força e a multiplicidade musical das ruas ganham espaço e divulgação para o fortalecimento do livre contato entre artistas e o público, partilhando o direito ao acesso democrático à arte.

Realizado pela Theia Produtores Associados, o Festival O Palco é a Rua acontecerá no dia 12 de outubro de 2022, das 10h às 18h, no Boulevard Av. Rio Branco no Bairro do Recife (Recife antigo) movimentado por 15 atrações. Com incentivo da Prefeitura do Recife e da Fundação de Cultura do Recife, por meio do edital Recife Virado na Cultura, o Festival ocupará quatro pontos específicos da Av. Rio Branco que é destinada exclusivamente aos pedestres. Assim, potentes representantes da música nas ruas levarão suas produções para um importante ponto turístico recifense em uma singular localização para nossas expressões culturais.

Todas e todos os artistas que estão na programação adotam, em seus cotidianos, as ruas e demais espaços públicos como locais para apresentar repertórios autorais, ganharem maior experiência artística e para obterem renda total ou parcial em suas trajetórias profissionais.

            O principal objetivo da mostra é valorizar a cultura musical alimentada nos espaços coletivos de Pernambuco e, por isso, o público que estiver curtindo o tradicional feriado, no Recife Antigo, será convidado a admirar, participar e contribuir financeiramente com os artistas e bandas.

Em todos os pontos das apresentações estarão disponíveis uma caixa do evento para que os transeuntes e admiradores possam colaborar espontaneamente em dinheiro ou via Pix.

Dessa forma, o projeto participa de um amplo movimento de luta por valorização da música independente nas ruas e, ao mesmo tempo, de combate a preconceitos que tais artistas ainda enfrentam. Por isso, a lógica de interação criada pelos artistas em suas rotinas de trabalho não será alterada, mas, sim, beneficiada pela estratégia de sinalização do evento na via pública.

A programação do Festival é definida pela curadoria assinada por Guilherme Patriota e Laura Sousa que tiveram como base os registros da pesquisa “O Palco é a Rua – A Música nos Espaços Populares” divulgada no site www.opalcoearua.com.br. Com diversidade musical, o projeto defende a importância da interação dos artistas com o público transeunte como prática fundamental para a divulgação da nossa cultura e estabelecimento de uma rede de economia criativa nas ruas.

Rock, música experimental, MPB, raízes populares são alguns dos segmentos representados no Festival marcado por expressiva produção autoral dos artistas e bandas convidados. Toda a riqueza sonora e a resistência cultural dos artistas serão registradas em produto audiovisual que contará, também, com reflexões da socióloga Laura Sousa e do Profº Paulo Marcondes Soares (Programa de Pós-Graduação em Sociologia  – UFPE) em bate papo sobre os espaços públicos como territórios estéticos, políticos e econômicos para a música.

A programação conta com a experimentação de Olegário Lucena, com o One Man Band Abner Amaral, com a música popular brasileira do Clave de Rua, com a pesquisa em rock regional de Garcia, com pífano rock nordestino de Rennan Torres, com a psicodelia nordestina de Zé Barreto de Assis, com a tradição popular ancestral de Flor das Chagas, com o reggae e country rock de Ú Cabeludo da Paraíba, com o Pop rock de Rafaella Lima, com o rock progressivo de O Golpe, com o violino popular brasileiro de O Menino do Violino, com os clássicos nacionais e internacionais de Chico Vieira, com a latinidade de Pacha Martinez, com o rock sessentista e setentista do Los Negrones e com rap e reggae de L$.

Ao todo, serão reunidos nomes representativos de sete cidades diferentes, incluindo Montevidéu capital do Uruguai.

A partir das 10h do dia 12 de outubro de 2022, o Festival O Palco é a Rua terá a dinâmica de apresentar quatro artistas/bandas, simultaneamente, em quatro pontos distintos do Boulevard Rio Branco até às 18h, momento em que se completará o line up de 15 atrações.  Toda a programação e horários das apresentações podem ser conferidos nas redes sociais do projeto e dos realizadores: @opalcoearua e @theiaprodutoresassociados. Conteúdos da pesquisa que deu origem ao Festival, incluindo o documentário “Manifesto O Palco é  Rua – A Música nos Espaços Populares”, podem ser acessados em www.opalcoearua.com.br com textos, vídeos exclusivos, imagens e podcast.

Assim, o Festival está conectado a uma rede de atividades que a Theia Produtores Associados estrutura há anos em parceria com músicos, musicistas, instrumentistas, cantores(as), bandas e grupos que percorrem diversas cidades e dão continuidade à música nos territórios coletivos de vivência com liberdade de criação, coragem e afeto pelos encontros imprevisíveis que a arte proporciona.

Serviço:

Festival O Palco é a Rua

Quando: 12 de Outubro de 2022

Onde: Boulevard Av. Rio Branco – Bairro do Recife

Horário: 10h às 18h

Realização: Theia Produtores Associados

Incentivo: Recife Virado na Cultura, Prefeitura da Cidade do Recife

Deixe seu comentário
anúncio 5 passos para im ... ltura Data Driven na sua empresa

+ Recentes

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon