Resultados parecidos, sentimentos diferentes – Revista Algomais – a revista de Pernambuco

Resultados parecidos, sentimentos diferentes

Empates com gostos completamente diferentes para as equipes pernambucanas na 2° rodada da Série A do Campeonato Brasileiro, realizada no último final de semana. Enquanto o Santa Cruz, no último sábado (21), ficou no 2 a 2 com o Fluminense, em Volta Redonda, o Sport fez um jogo tecnicamente fraco contra o frágil Botafogo. O empate por 1 a 1, na Ilha do Retiro, escancarou as deficiências técnicas da equipe comandada por Oswaldo de Oliveira.

No Rio de Janeiro, a estrela de Grafite brilhou mais uma vez para ampliar a invencibilidade do Santa Cruz para 16 jogos. Agora, o Tricolor pernambucano está há quase dois meses sem saber o que é derrota. O camisa 23, novamente, foi o nome da equipe coral. Antes do início da competição nacional, o atacante estipulou uma meta de 15 gols. Com os quatro já anotados nas duas primeiras rodadas, faltam 11. Na próxima quarta (26), o líder da competição recebe o Cruzeiro, no Arruda. Pela organização e disciplina tática, o time de Milton Mendes pode ser considerado favorito para o confronto.

Na Ilha do Retiro, por outro lado, o ponto conquistado diante do Botafogo não foi bem digerido pela torcida leonina, que chegou a vaiar o time no final da partida. Com um futebol bem abaixo do esperado, o Sport segue dando vexames. O único ponto conquistado em dois jogos, aumenta a pressão em cima do elenco e do treinador Oswaldo de Oliveira que, apesar do pouco tempo no clube, já sofre com críticas da arquibancada. Na próxima rodada, o Leão encara o Internacional, no Beira Rio. Se jogar da maneira que jogou diante do alvinegro carioca, o Rubro-Negro corre o risco de voltar goleado de Porto Alegre.

Deixe seu comentário
anúncio 5 passos para im ... ltura Data Driven na sua empresa

+ Recentes

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon