As letras caminham (Por Paulo Caldas)

Neste “Cantos da Casa”, Fatima Militão mantém um diálogo confortável com a memória, espécie de abraço afetuoso em fantasmas parceiros, sem o ranço nostálgico de um tempo póstumo. Não obstante o título sugerir cenas confinadas ao cenário restrito de um casarão ancestral, as letras caminham sem pressa pelas alamedas daquele Recife provinciano, desde as margens …

As letras caminham (Por Paulo Caldas) Leia mais »