Baile dos Namorados garante apoio a duas instituições beneficentes do Recife

“Eu vivia na casa da minha filha, mas ela era muito pobre, não tinha nada para comer, dormia no chão batido. Foi quando conseguiram pra mim uma vaga. Eu não tinha nada e agora eu tenho tudo. Eu me sinto em casa”, contou Maria Leonor da Silva, 74 anos, uma das senhoras atendidas pela abrigo …

Baile dos Namorados garante apoio a duas instituições beneficentes do Recife Leia mais »