De clichê nós entendemos (Por Beatriz Braga)

Certa vez, uma amiga – que havia ganhado uns quilos na época – me contou que não conseguia chegar perto de revistas femininas. Disse-me que só o faria depois que voltasse a emagrecer. De tortura, falou, já bastava a vida real.  Mulheres seminuas de corpos inatingíveis em propagandas de sapatos, bolsas, óculos de sol. O …

De clichê nós entendemos (Por Beatriz Braga) Leia mais »