Vagão-Museu homenageia criadores da dança, música e teatro de Gravatá

O Vagão-Museu Estação Gravatá, novo ponto cultural da cidade, situado na Estação Ferroviária de Gravatá, inaugura hoje, dia 17, a exposição “Gravatá, Terra das Artes – Por teus filhos serás sempre amada”. A exposição destaca a contribuição de proeminentes criadores gravataenses da dança, música e teatro, como o dramaturgo Carlos Fester (in memoriam), o dançarino Wanderson José, e o cantor Marcos de Lima.

A mostra inclui 18 painéis contendo fotografias e textos que relembram as trajetórias artísticas dos homenageados, além de exibir objetos pessoais deles. Um minidocumentário produzido pela Secretaria de Turismo, Cultura, Esportes e Lazer de Gravatá também faz parte do acervo. Marllon Lima, secretário de Turismo e Cultura, destaca a importância da exposição para realçar a rica produção cultural da cidade e sua influência na região.

Os homenageados:

  1. Carlos Fester: Professor, dramaturgo, músico e compositor, Carlos Fester fundou o Instituto Cultural e Ecológico Terra Agreste (Icetag) em 1983. Seu grupo teatral é conhecido por suas encenações da vida de Jesus, peças infantis e pelo personagem Gravatinha, um palhaço icônico. Além disso, Fester escreveu literatura de cordel sobre o Tenente Cleto Campelo, um herói da Revolução Republicana no Brasil que foi assassinado em Gravatá. Ele também produziu contos populares sobre a Comadre Fulozinha, uma figura da mitologia brasileira, bem como textos relacionados ao Espiritismo. Faleceu em julho de 2022.
  2. Wanderson José: Destacado bailarino, coreógrafo e quadrilheiro, Wanderson José é conhecido por suas produções de rua em Gravatá. Ele é diretor do Movimento de Dança Wanderson José (MDWJ), coreógrafo da Quadrilha Junina Traquejo de Gravatá e membro da Quadrilha Junina Raio de Sol, de Olinda. Seu currículo inclui apresentações no Natal de Luz de Gravatá e outros eventos.
  3. Marcos de Lima: Cantor e compositor, Marcos de Lima destaca Gravatá como fonte de inspiração em suas músicas. Muitas de suas letras exaltam a cidade, com destaque para o álbum “Gravataense”. Ele é um artista premiado em diversos festivais regionais de música e lançou um novo álbum em 2023, intitulado “Beija, Beija-Flor”.

A exposição “Gravatá, Terra das Artes – Por teus filhos serás sempre amada” conta com o apoio do CNA e da Liner Gráfica Digital, bem como com a colaboração da Secretaria de Educação de Gravatá, que traduziu os textos para o sistema Braile. A exposição será inaugurada na terça-feira, às 18h, e ficará aberta ao público até o dia 30 de novembro.

SERVIÇO

Exposição “Gravatá, Terra das Artes – Por teus filhos serás sempre amada”

  • Abertura: 17/10, às 18h
  • Período da exposição: Até 30/11
  • Local: Vagão-Museu Estação Gravatá, na Estação Ferroviária de Gravatá
  • Horário de visitação: Segunda a quinta, das 8h às 17h; sexta e sábado, das 8h às 19h; domingos e feriados, das 8h às 13h
  • Entrada gratuita
Deixe seu comentário

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon