Especialista alerta sobre verão e aumento dos casos de cálculos renais

Aproximadamente 10% das pessoas que procuram serviço de emergência nesta época estão com problemas no rim

Calor, férias, churrasco com amigos, porção de camarão, cerveja gelada… A diversão ideal de muitos adultos para o verão também pode causar problemas de saúde, se não forem tomados alguns cuidados. Um dos problemas mais comuns para esta época do ano é o cálculo renal, a popular “pedra no rim”.

O verão é a estação dos cálculos renais, Aproximadamente 10% das pessoas que procuram serviço de emergência nesta época estão com problemas no rim.

“Os cálculos renais são formados quando os cristais de sais e minerais se acumulam nos rins e se solidificam. Eles podem aparecer a qualquer momento do ano, mas alguns fatores podem aumentar o risco de desenvolvimento de cálculos renais no verão”, alerta o médico urologista Eugênio Lustosa

O médico ainda relata: “os cálculos renais são mais comuns durante os meses quentes do verão, pois as altas temperaturas causam desidratação e, com isso, a urina fica mais concentrada, o que reduz o pH urinário. Isso leva a um quadro que facilita a formação de cálculos de cistina, de ácido úrico e dos cálculos compostos de cálcio. Um agravante é a maior exposição ao sol e ao aumento de vitamina D pelo corpo, o que eleva a produção de cálcio”.

A cólica renal (as crises de dor) manifesta-se principalmente com dor intensa que geralmente começa na região lombar superior (nas costas, ao nível das últimas costelas) e tende a irradiar para o abdome em direção à parte inferior do abdome.

A dor, de início súbito e de grande intensidade, pode durar entre 30 minutos e uma hora, podendo durar mais tempo e desaparecer repentinamente. Quem sofre fica inquieto, não consegue se posicionar e pode ter náuseas e vômitos em decorrência da dor. Por ter um início súbito, não é possível saber quando aparecerá, por isso o diagnóstico é feito uma vez iniciado o episódio.

Prevenção
A prevenção mais básica para evitar cálculo renal é a hidratação adequada. As bebidas alcoólicas geladas podem causar a sensação de frescor, mas é preciso atenção, pois elas são diuréticas. É necessário consumir até mais do que os 2 litros diários de água recomendados para manter a hidratação em nível ideal.

Cor da urina pode indicar organismo pouco hidratado

Para saber se você está se hidratando corretamente, uma dica é observar a coloração da urina, quanto mais claro melhor. Sucos cítricos também são indicados, pois ajudam a neutralizar o ácido das proteínas animais. Refrigerantes, por sua vez, pelo alto teor de sódio e açúcar, são contraindicados.

ALERTA – Se você já teve cálculos renais no passado ou tem um histórico familiar de cálculos renais, pode ser útil falar com um médico sobre medidas adicionais que você pode tomar para evitar a formação de novos cálculos.

Veja as principais medidas preventivas para evitar o cálculo renal:

– Consuma mais água
– Reduza a ingestão de proteína animal
– Incorpore sucos de frutas cítricas à dieta
– Diminua o consumo de sal
– Atenção ao consumo excessivo de produtos ricos em oxalato de cálcio, como morangos, espinafre, beterraba, nabo, chá, cacau, pimenta e nozes
– Faça atividades físicas regulares

Deixe seu comentário
anúncio 5 passos para im ... ltura Data Driven na sua empresa

+ Recentes

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon