Foz Inovação completa um ano impulsionando startups de saúde e de educação – Revista Algomais – a revista de Pernambuco
Gente & Negócios

Gente & Negócios

Rafael Dantas

Foz Inovação completa um ano impulsionando startups de saúde e de educação

A FOZ – Centro de Inovação comemorou um ano de operações. Dedicado ao desenvolvimento de startups que oferecem soluções inovadoras nas áreas de saúde e educação, o centro já atingiu a marca de 70 negócios nesse curto ciclo de vida. Criado pela Faculdade Pernambucana de Saúde e pelo Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP), o foco da unidade é promover o avanço tecnológico e encaminhar ideias que têm potencial para impactar o mercado.

“Como conquista desse primeiro ano podemos celebrar a estruturação de uma jornada de desenvolvimento de negócios. Isso nos permitiu atingir a marca de 70 negócios que já passaram pela Foz. Foi um ano também de firmar parcerias estratégicas e institucionais com o Sebrae, por exemplo. Tivemos a institucionalização da parceria com o Imip, ao criar uma agenda de trabalho e formalizar um modelo de validação das startups através de pesquisa científica dentro do instituto”, afirma o diretor da Foz, Philippe Magno.

Os 70 negócios que passaram pela FOZ estão divididos em três principais produtos: a) Startup Way, maratona de negócios de uma semana, gerando soluções para problemas levantados pelo Imip; b) Early Stage, uma pré-incubação de 7 semanas para as startups que passaram pela maratona, com meta de amadurecimento da solução; c) Incubação, que duração de 12 a 24 meses para ajudar a transformar o projeto em um negócio, contribuir para o crescimento e, por fim, a validar da solução.

“A nossa ideia agora é terminar 2023 com pelo menos 100 negócios”, projetou Philippe Magno.

O programa de incubação auxilia no desenvolvimento e validação das soluções, sendo pré-requisito possuir produtos e serviços inovadores, com alto valor agregado e potencial tecnológico. Entre as estrelas que já passaram pelo centro de inovação estão as startups Salvus, Tascon (que já conta com mais de 80 colaboradores na equipe), Neurobots (que vive uma experiência de internacionalização do negócio, que já possui 80 clientes no Brasil) e a ProlEduca (que já beneficiou mais de 11 mil famílias no Brasil). Uma das novidades é o Clube de Compra, uma plataforma hoje para mercado club service. Eles entraram no centro pois querem entrar no mercado de saúde, focado em compras não licitadas por hospitais e clínicas, com a proposta de economizar tempo e dinheiro dos compradores. “São cases que temos dentro de casa”, celebra Philippe. Além do trabalho de preparação das startups, a FOZ também disponibiliza um Coworking dentro do Centro de Inovação, com um espaço de mais de 800m².

Deixe seu comentário

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon