Gabi Holanda encena espetáculo Sopro d’Água, neste Dia da Água, no Teatro Apolo – Revista Algomais – a revista de Pernambuco

Gabi Holanda encena espetáculo Sopro d’Água, neste Dia da Água, no Teatro Apolo

Apresentação faz parte da programação da 3ª Mostra Teatral Rosa dos Ventres (Foto: Camila Rodrigues e Thais Lima)

A artista Gabi Holanda vai encenar o espetáculo “Sopro d’Água”, dentro da programação da 3ª Mostra Teatral Rosa dos Ventres, evento que acontece ao longo do mês de março até o início de abril. A apresentação acontecerá hoje (22/03) – quando é comemorado o Dia da Água -, às 19h, no Teatro Apolo, Recife Antigo, com ingressos R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia-entrada).

“Sopro d’Água” é uma criação processual com mais de sete anos de pesquisa, realizada por Gabi Holanda, e com diversos desdobramentos: espetáculo, ecoperformances, fotoperformances, pesquisa acadêmica e a oficina “Corpo-ambiente em Fluxo”. Mergulhada em um entrelace de linguagens e guiada pelo estado de fluxo dos afetos entre corpo e ambiente, a criação aproxima performance e memória, arte e ecologia.

Durante o processo criativo, a performer mergulhou na complexidade das águas, debruçando-se nas memórias mitológicas, afetos e saberes de diversas tradições latino-americanas, assim como na questão da escassez hídrica, nos conflitos pela água vivenciadas por diferentes comunidades no Brasil, em especial no Nordeste, e na urgência das mudanças climáticas. Nesse período, Gabi realizou experimentos performativos a partir de estados corporais emergidos da investigação de movimento a partir dos fluidos corporais, dança aquática e imersões corpo-ambiente, em diferentes ambientes aquáticos e espaços urbanos. Essas vivências geraram ecoperformances e fotoperformances que transformaram e expandiram a composição cênica.

Gabi realizou experimentos performativos a partir de estados corporais emergidos da investigação de movimento a partir dos fluidos corporais, dança aquática e imersões corpo-ambiente, em diferentes ambientes aquáticos e espaços urbanos. Ao entrelaçar performance, dança contemporânea, fotografia, ecologia e saberes tradicionais, a obra sensibiliza para modos de criar e agir politicamente que aproximem dança e memória, arte e ecologia, tradição e contemporaneidade, ao passo que amplia a possibilidade de criar em performance mobilizada pelos afetos entre corpos e ambiente. A abordagem transdisciplinar, a sintonia com questões socioambientais e políticas urgentes e a busca por um modo de fazer autoral propiciam singularidade e originalidade à obra.

SERVIÇO – 3ª MOSTRA TEATRAL ROSA DOS VENTRES
Espetáculo Sopro d’Água
Datas: 22/03 (quarta-feira)
Horário: 19h
Local: Teatro Apolo
Mais informações: Instagram @mostrarosadosventres
Ingressos para espetáculos: Inteira: R$40,00 Meia: R$20,00

Deixe seu comentário
anúncio 5 passos para im ... ltura Data Driven na sua empresa

+ Recentes

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon