Óculos escuros evitam doenças

No Nordeste brasileiro, onde o clima de Verão dura praticamente o ano todo, os óculos escuros deixam de ser simples acessórios de moda e se tornam essenciais para a saúde dos olhos. Com a chegada da estação mais quente do ano no próximo mês, o uso das lentes protetoras é ainda mais importante e a atenção na qualidade do produto deve ser redobrada.

A Sociedade Brasileira de Oftalmologia (SBO) alerta que o maior cuidado a ser tomado é para que os óculos de sol tenham lentes com 100% de proteção contra a radiação ultravioleta (raios UVA e UVB), pois a nossa córnea é incapaz de absorvê-la e filtrá-la. Uma lente escura em más condições pode causar danos graduais e, em casos extremos, culminar na perda total da visão.

De acordo com a SBO, os óculos sem proteção intensificam a radiação que penetra nos tecidos oculares, mesmo diminuindo a luminosidade do ambiente.A baixa incidência da luz ocasiona o aumento da pupila, fazendo com que os olhos absorvam ainda mais os raios nocivos. Por ocasionarem lesões cumulativas, a radiação solar deve ser evitada desde a infância. É importante que os pais habituem as crianças a usarem óculos escuros logo nos primeiros anos.

O oftalmologista Theophilo Freitas, do Hospital Santa Luzia, revela que doenças como a catarata e a degeneração macular relacionada à idade (DRMI) são os exemplos mais comuns de consequências da exposição solar sem proteção adequada. No verão, os riscos de irritações e queimaduras nas córneas, além de doenças infecciosas aumentam.

“Determinadas cores têm a capacidade de filtrar radiações de comprimentos de ondas específicos. Isso também é um fator importante”, adverte Theophilo Freitas. As lentes castanhas, cinzas e verdes são as mais eficientes no cuidado com os olhos. Já os óculos mais claros tendem a ser mais suscetíveis à luz, pois apresentam menor quantidade de pigmento e, consequentemente, menos bloqueio à luminosidade.

Para garantir a qualidade do produto, recomenda-se que as óticas façam a medição dos filtros na presença dos usuários. Além disso, os óculos de qualidade não apresentam deformidade de reflexos. Para verificá-lo, basta checar posicionando as lentes contra a luz.

A forma e o tamanho dos óculos também são fatores importantes a serem levados em conta. Os olhos também devem ser protegidos lateralmente devido à radiação indireta. Portanto, lentes ligeiramente curvas, que se adaptem ao formato do rosto, são mais indicadas. Armações maiores e hastes mais grossas também bloqueiam a luminosidade e aumentam a proteção cobrindo grande parte da área dos olhos. Além de protegerem contra os raios solares, os óculos servem como uma barreira contra resíduos do ambiente como a poluição da rua, a areia da praia ou elementos alergênicos.

Deixe seu comentário

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon