Projeto Cinesolar leva em uma van a magia do cinema a Trindade – Revista Algomais – a revista de Pernambuco

Projeto Cinesolar leva em uma van a magia do cinema a Trindade

O Cinesolar, inovadora iniciativa brasileira de cinema itinerante, que exibe filmes a partir da energia solar, estará hoje, sexta-feira, dia 1º. de setembro, em Trindade, no Sertão de Pernambuco. Serão exibidos às 18h30 curtas com a temática da sustentabilidade e às 19h30 o filme “Minhocas”. Às 19h15, acontecem apresentações de duas duplas da região. A entrada é franca e aberta a todos.

O projeto é realizado pela Brazucah Produções, Ministério da Cultura e Governo Federal, através da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura e tem, pelo terceiro ano, o patrocínio da Votorantim Cimentos.

O Cinesolar utiliza energia limpa e renovável para exibições de filmes, unindo arte, cinema e sustentabilidade. Tudo funciona a partir de uma van equipada com placas solares que possibilitam, através de um sistema conversor de energia solar para elétrica, a exibição de filmes e apresentações artísticas. No interior do veículo, há 100 assentos para o público, telão com metragem de 200 polegadas, sistema de projeção e som e até um estúdio de gravação. Quando chegam aos locais de exibição tudo é retirado da van e o cinema é montado em lugares como praças públicas e quadras esportivas.

No período da tarde, das 14h às 17h, acontece a Oficinema Solar (Oficina de Cinema), evento fechado, voltado a 30 alunos de escolas da região. Além de participarem de uma introdução ao audiovisual e de desenvolver um roteiro de cinema, durante a oficina esses jovens produzem um curta-metragem, que é exibido à noite, junto com os outros filmes da programação.

Durante as sessões de cinema acontece também a Eco Estúdio Solar – exposição tecnológica sustentável, com apresentação da van Cinesolar Tupã e do projeto como um todo. Dentro da van, infográficos e monitores mostram como funciona o carro e são passadas informações sobre os princípios básicos da energia solar (por exemplo: como a energia solar se transforma em elétrica). Além disso, são mostrados produtos de sustentabilidade e tecnologias renováveis, com aplicações práticas no dia-a-dia, como um instigante relógio de batatas.

O Cinesolar, inovadora iniciativa brasileira de cinema itinerante que exibe filmes a partir da energia solar, estará amanhã, sexta-feira, dia 1º. de setembro em Trindade, no Sertão de Pernambuco. A programação acontece na Academia das Cidades, em frente ao Estádio Municipal Joel Lopes de Souza, o “Chicão” (em caso de chuva, será transferida para o Cine Teatro, à rua Padre Cícero, s/n., no Centro da cidade). Serão exibidos a partir das 18h30 curtas com a temática da sustentabilidade. Às 19h15 acontecem apresentações de duas duplas da região. E às 19h30 será exibido o longa “Minhocas”, filme de animação brasileiro-canadense, dirigido por Paolo Conti e Arthur Nunes, com nomes como Daniel Boaventura, Rita Lee e Anderson Silva dando voz aos personagens. A entrada é franca e aberta a todos.

O projeto é realizado pela Brazucah Produções, Ministério da Cultura e Governo Federal, através da Lei Rouanet de Incentivo à Cultura. O evento em Trindade é o terceiro da temporada 2017 do Cinesolar patrocinada pela Votorantim Cimentos (é o terceiro ano em que a Votorantim Cimentos patrocina o projeto). Antes de Trindade, o Cinesolar esteve em Primavera, no Pará, e em Caruaru, em Pernambuco. Depois, o projeto segue para Edealina, em Goiás; Itaú de Minas, em Minas Gerais; Cantagalo, no Rio de Janeiro; Rio Branco do Sul, no Paraná; e Esteio, no Rio Grande do Sul.

O Cinesolar utiliza energia limpa e renovável para exibições de filmes, unindo arte, cinema e sustentabilidade. Tudo funciona a partir de uma van equipada com placas solares que possibilitam, através de um sistema conversor de energia solar para elétrica, a exibição de filmes e apresentações artísticas. No interior do veículo, há 100 assentos para o público e telão com metragem de 200 polegadas (que são levados para fora para a montagem da “sala de cinema”), além de sistema de projeção e até um EcoDJ. Quando chega aos locais de exibição (como periferia de grandes cidades, cidades do Interior, até mesmo sem luz elétrica; comunidades e aldeias indígenas), tudo é retirado da van e o cinema é montado em lugares como praças públicas e quadras esportivas. Além disso, a produção distribui pipoca durante as sessões, para que as pessoas tenham uma experiência total de ir a um cinema.
Durante o evento acontece também a Eco Estúdio Solar – exposição tecnológica sustentável, com apresentação da van Cinesolar Tupã e do projeto como um todo. Dentro da van, infográficos e monitores mostram como funciona o carro e são passadas informações sobre os princípios básicos da energia solar (por exemplo: como a energia solar se transforma em energia elétrica). Além disso, são mostrados produtos de sustentabilidade e tecnologias renováveis, com aplicações práticas no dia-a-dia, como um instigante relógio de batatas.

Das 14h às 17h acontece na Academia das Cidades, evento fechado para 30 alunos de escolas da região. Além de participarem de uma introdução ao audiovisual e de desenvolver um roteiro de cinema, durante a oficina esses jovens produzem um curta-metragem, que é exibido à noite, junto com os outros filmes da programação.

Desde o início das atividades, em 2013, o Cinesolar, em seus diversos circuitos, realizou 451 sessões e 135 oficinas em 247 cidades de “todo” o País, ultrapassando 70 mil espectadores. A economia de energia elétrica chega a 171 KW, equivalente a mais de três mil horas de uma geladeira ligada. Além de realizar sessões sustentáveis, as temáticas dos filmes trazem a sustentabilidade à tona.

O Cinesolar é a primeira iniciativa de cinema itinerante que funciona através de energia renovável, aliando a difusão cultural e meio ambiente. O projeto conta com os seguintes apoiadores: Surya Brasil, Academia Ecofit, GIZ, Instituto Ideal, Fundação Holandesa Doen, Solar World Cinema, Festival Curta Brasília e da Ecooar (por isso, todas as sessões do Cinesolar têm a compensação de carbono em uma área de reflorestamento no interior de São Paulo). Tem ainda o apoio tecnológico da Sices Solar e o apoio Institucional da Mercedes Benz. Nos eventos, a Brazucah tem a parceria da Associação Cultural Simbora e da Semearte Productil. Em Trindade, tem o apoio da Prefeitura, da Secretaria de Educação e da Acult – Associação Cultural de Trindade.

“Nós, da Votorantim Cimentos, ficamos felizes em poder fazer parte desse projeto inovador, que tem por objetivo construir uma relação de longo prazo com as comunidades por onde transita, além de perpetuar temas próximos a todos nós, como a sustentabilidade e a democratização da cultura. É de extrema importância fomentarmos uma reflexão sobre essas questões e sobre como podemos contribuir para que haja uma evolução positiva nessas áreas. É um olhar que devemos ter hoje, mas pensando no amanhã, no nosso futuro”, afirma Mariana Monteiro, gerente de Responsabilidade Social da Votorantim Cimentos.

“O Brasil tem um incrível potencial em energias renováveis. E por que não se beneficiar no campo do entretenimento, das artes e da cultura? Nosso objetivo é, além de democratizar o acesso à produção audiovisual nacional, trabalhar com ações sustentáveis que multipliquem a conscientização ambiental e mostrem a força que a energia solar tem por aqui”, diz Cynthia Alario, idealizadora e coordenadora do projeto.

Deixe seu comentário
anúncio 5 passos para im ... ltura Data Driven na sua empresa

+ Recentes

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon