Segunda noite de Recifest celebra a diversidade na sétima arte nesta terça (17) – Revista Algomais – a revista de Pernambuco
Vida & Arte

Vida & Arte

Pedro Cunha

Segunda noite de Recifest celebra a diversidade na sétima arte nesta terça (17)

A noite desta terça-feira (17) na 10ª edição do Festival de Cinema da Diversidade Sexual e de Gênero (Recifest), que segue até o dia 31 de outubro, marcará a abertura da mostra competitiva de curtas-metragens, com a exibição de alguns dos 30 filmes brasileiros selecionados, representando 23 estados brasileiros e o Distrito Federal.

Dentre os selecionados, destacam-se obras de ficção, documentários, filmes híbridos e curtas experimentais, provenientes de várias regiões do país, incluindo Bahia, Ceará, Espírito Santo, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Paraná, Rio de Janeiro, Sergipe e São Paulo.

Os curtas-metragens, que participam das mostras competitivas das sessões A mão de Deus e Manter a chama, enfrentar o risco, são: A vida secreta de Delly, Aceso, Anarriê, De noite, na cama, Procura-se Bixas Pretas, Quinze Primaveras, Tese de mestrado em História, Travessias, Transviar, Um transe de dez milésimos de segundos e L’Esquisse.  As obras foram escolhidas por um time de curadores convidados pelo festival, que conta com nomes de peso, como Ander Beça, Chico Ludermir e Mariana Souza.

No primeiro dia de festival, a abertura contou com uma apresentação em homenagem a Gal Costa com Vaca Profana na trilha sonora, a apresentação dos realizadores e elenco dos filmes e a exibição das obras da sessão Eterno Retorno a um Estado Nascente, que integra a mostra competitiva. Foram eles: “Tá Fazendo Sabão” (Ianca Oliveira), “Dinho” (Leo Tabosa), “Todas as Rotas Noturnas Conduzem ao Alvorecer” (Felipe André Silva), “Ave Maria” (Pê Moreira), “Se trans for mar” (Cibele Appes).

O Recifest é produzido pelas produtoras Olinda Produções Audiovisuais e Casa de Cinema de Olinda. O festival também conta com o incentivo do FUNCULTURA-PE, do Governo de Pernambuco. Já a direção geral é de Rosinha Assis e a direção artística é de Carla Francine. Mais informações em: www.recifest.com.br  ou @recifestoficial.

Deixe seu comentário

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon