Rejuvenescimento da pele e íntimo

O inverno, quando chove no Recife, é ideal para fazer tratamentos dermatológicos que requerem a não exposição ao sol. Conheça alguns deles e a novidade que trata a incontinência urinária e recupera o prazer sexua

Peeling – Procedimento que faz a descamação na pele, que se renova, deixando-a mais lisa e clara. Pode ser feito a partir de métodos químicos ou físicos. Na primeira modalidade são usados ácidos. O peeling pode ser superficial, médio ou profundo, a depender do tipo de agressão realizada na pele para renovação das células. Quanto mais essa agressão consegue atingir a parte mais profunda (derme), maior será a produção de colágeno, substância que dá firmeza à pele.

No uso dos ácidos, essa gradação é obtida a partir do tipo de substância usada e de sua concentração. “Nas peles mais morenas ou bronzeadas evita- -se os mais agressivos”, ressalva Lígia Pessoa de Melo, dermatologista, preceptora do Hospital Octávio de Freitas O peeling superficial clareia o tom da pele e melhora as rugas mais finas. O médio atenua as rugas superficiais e médias, remove alguns tipos de manchas e estimula o colágeno. Há ainda o peeling para acnes e cravos. Realizado com ácido fenol, o peeling profundo é indicado para envelhecimento severo, cicatrizes e acnes profundas. Mas seu uso vem sendo restrito porque promove uma grande ferida e requer a sedação do paciente, o qual também precisa usar medicamento antiviral, pois corre o risco de adquirir herpes. Por isso, especialistas têm preferido outras técnicas, que proporcionam o mesmo resultado.

Existe ainda o pelling de cristal, que renova a pele. “Utiliza-se uma máquina que libera cristais de alumínio, fazendo atrito e retirando as células mortas”, explica a dermatologista Thereza Pacheco.

Laser – Existem vários tipos de lasers para obter diferentes resultados: peeling, rejuvenescimento, depilação definitiva, retirada de manchas entre outros. Uma das inovações é o laser de CO2, que age buscando a água da pele causando uma queimadura, por meio da vaporização dessa água. Ele estimula a produção de colágeno, melhorando a firmeza da pele e as rugas. Aparelhos mais modernos de CO2 fracionado têm a vantagemde não serem ablativos, isto é, não causam queimadura. Usado no tratamento para rejuvenescimento, cicatrizes (incluindo de acne) estrias ou flacidez.“É uma das vedetes dos consultórios dermatológicos”, ressalta Lígia.

Novidade ainda mais recente, o laser Fotona, une dois tipos de laser num mesmo aparelho: o Erbium-Yag e o Nd–Yag 1064. Juntos, eles permitem uma variedade de usos que vão desde o tratamento para rejuvenescimento, flacidez, estrias, olheiras, rosácea, acne, telangiectasias (vasos muito finos), varizes e depilação definitiva (incluindo pelos finos e claros, menos os brancos). Uma das vantagens oferecidas pelo aparelho é poder ser aplicado em peles morenas e negras. O Fotona 4D também realiza uma espécie de mini-lifting, ao ser aplicado externamente e dentro da boca.

“Há um estímulo do colágeno de dentro e de fora para dentro, proporcionando uma sustentação maior das bochechas, melhorando o aspecto conhecido como buldogue”, explica a dermatologista Beatriz Almeida. “É o único laser capaz de ter essa utilização, que é realizada sem que o paciente sinta dor.” Outro benefício do Fotona é seu uso na região na vulva e canal vaginal para tratamento da incontinência urinária e sensação de alargamento, ressecamento e atrofia vaginal que acometem as mulheres com o passar dos anos.

“Mesmo sem partos vaginais, o relaxamento vaginal pode ser observado pela perda do tônus dessa musculatura. A menopausa piora esses sintomas, havendo diminuição progressiva do colágeno e elastina. A síndrome do relaxamento faz comque a mulher apresente perda de urina com o mínimo esforço ou espontaneamente e tenha dificuldades nas relações sexuais, minimizando o prazer para ela e para o parceiro, causando grande desconforto”, explica Beatriz.

O Fotona, segundo a médica, consegue recuperar a elasticidade, espessura e a umidade da vagina, estimulando a produção de colágeno, melhorando a incontinência urinária, além de permitir à mulher obter relações sexuais mais satisfatórias. “Promove também clareamento e melhora na textura e flacidez de toda a vulva e períneo”, diz Beatriz. O tratamento é indolor, sem cortes e sem sangramento. “Não é preciso o afastamento das suas atividades rotineiras, apenas abstinência sexual durante cinco a sete dias após a aplicação do laser”, acrescenta a médica.

 

IPCA – A indução percutânea de colágeno (IPCA) é um procedimento realizado com um aparelho chamado roller, um rolo que possui pequenas e múltiplas agulhas. Elas fazem ferimentos minúsculos na pele que ao se recompor, produz colágeno.“É muito usado em manchas e cicatrizes”, salienta Lígia.

Mais recentemente vem sendo utilizada a técnica de RFPM (radiofrequência pulsada percutânea de multiagulha). São aparelhos que associam essas pequenas agulhas a ondas de radiofrequência e ultrassom.

A indicação de todos esses tratamentos depende do efeito desejado, do perfil do paciente e do volume de recursos que se está disposto a investir. Pode-se até fazer uma associação de técnicas. O importante é que seja realizado por um dermatologista, profissional mais preparado para executar esses procedimentos. Para realizar o IPCA, RPM e o laser de CO2 o paciente é anestesiado com cremes ou com anestesia local. O Laser Fotona utiliza cremes anestésicos tópicos.

Deixe seu comentário
anúncio 5 passos para im ... ltura Data Driven na sua empresa

+ Recentes

Assine nossa Newsletter

No ononno ono ononononono ononono onononononononononnon