Rômulo César Melo

Poeta nascido poeta (Por Paulo Caldas*)

Vencedor de concursos literários, em especial no gênero prosa, Rômulo César Melo também se garante quando envereda pelos labirintos da poesia. Consciente, seguro, ousado, não precisou do novelo de Ariadne,  que nem Teseu, para assegurar o caminho da volta, pois, claro, não terá volta. O poeta nasce poeta, sugere em O aviso, poema de abertura …

Poeta nascido poeta (Por Paulo Caldas*) Leia mais »

“O dito pelo não dito” (Por Paulo Caldas)

O ato da produção coletiva, quando ideias e ideais se unem tal siamesas de um só coração, vai além do apelo criativo, conteúdo e a estética: consolida também o mais puro sentimento de amizade e este quarto elemento serve de ingrediente sutil, um toque primoroso, para o resultado final da obra de arte. Reunir na …

“O dito pelo não dito” (Por Paulo Caldas) Leia mais »

Dois nós na gravata (por Paulo Caldas)

E se os personagens de um grande autor saltassem dos livros para cobrar direitos de imagem pela participação nas obras literárias? Um homem do Paleolítico expressava o amor por uma mulher através das pinturas rupestres? Como seria para um menino viver feito menina diante da imposição de uma mãe desejosa por uma filha? Através das …

Dois nós na gravata (por Paulo Caldas) Leia mais »